Publicada lei que prevê o retorno das gestantes ao trabalho presencial

10 mar 2022

A Lei nº 14.311/2022 publicada hoje dia 10/03/2022 altera a Lei nº 14.151/2021 com mudanças nas regras sobre o trabalho de gestantes durante a pandemia, disciplinando o afastamento da empregada gestante não imunizada contra o coronavírus SARS-Cov-2 das atividades de trabalho presencial nos termos em que especifica.

A alteração prevê a volta presencial das grávidas após imunização completa contra a Covid-19, de acordo com os critérios definidos pelo Ministério da Saúde e pelo Plano Nacional de Imunizações (PNI), ou ainda nas seguintes hipóteses: encerramento do estado de emergência ou se a gestante se recusar a se vacinar contra o novo coronavírus mediante assinatura de termo de responsabilidade comprometendo-se a cumprir todas as medidas preventivas adotadas pelo empregador.

Assim, para os casos em que as atividades presenciais da trabalhadora não possam ser exercidas remotamente, ainda que se altere suas funções, respeitadas suas competências e condições pessoais, a situação deve ser considerada e o afastamento do trabalho presencial deve ser mantido para a mulher que ainda não tenha completado o ciclo vacinal.

 

Fontes:

https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/lei-n-14.311-de-9-de-marco-de-2022-384725072

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2021/lei/L14151.htm

 

Piracicaba, 10 de março de 2022

 

CRIVELARI & PADOVEZE ADVOCACIA EMPRESARIAL

MARCELA DUCATI

OAB/SP 317.553

NÚCLEO JURÍDICO TRABALHISTA


Voltar

EnglishPortuguese
Whatsapp 19 99695-0999